Assessoria em licitações
O assessoramento tem por objetivo prospectar e fomentar novas oportunidades nas compras públicas, segundo dados oficiais do Ministério do Planejamento, elas representam 10% do PIB brasileiro e ocupam posição relevante na economia. Nos períodos de janeiro a dezembro de 2014, movimentaram R$ 62,1 bilhões na aquisição de bens e serviços por meio de 196,9 mil processos; destes o pregão eletrônico respondeu por 59,7%, com um gasto de R$ 37,08 bilhões, através da realização de 33,8 mil processos.

Esse volume expressivo apresenta-se como excelente oportunidade para as empresas ampliarem seus negócios. Contudo, atuar neste mercado exige conhecer as formalidades e procedimentos relativos à licitação. A assessoria proporcionará aos clientes a participação em diversos processos licitatórios nos estados de seu interesse. No tocante as regras e legislações, estamos aptos a auxiliar em todas as etapas da disputa, desde a análise de editais, habilitação, acompanhamento / realização na etapa de disputa, elaboração e apresentação de propostas, exame da documentação até a análise da documentação dos concorrentes em fase recursal.

A larga experiência adquirida ao atuarmos na área pública e privada, além de aptidão jurídica, é o que nos torna capazes de prestar serviço de qualidade aos interesses do cliente. Empreendemos ainda a realização de impugnação, interposição de recursos durante e após o certame, medidas administrativas, defesas oriundas de notificações e aplicações de penalidades, além de interposição de reequilíbrio financeiro, cobrança de juros, atualização monetária proveniente do atraso de pagamento, dentre outros. Buscando sempre potencializar as chances de sucesso.
Destaque
Auxílio em todas as modalidades de licitações (presencial, eletrônica...);
Cadastramento e Habilitação em órgãos públicos;
Estudo de viabilidade, formulação de esclarecimentos e impugnações;
Preparação de documentos e elaboração de propostas de acordo com o edital;
Acompanhamento em todas as etapas;
Realização de processos para reajuste, repactuação e reequilíbrio;
Empreender medidas legais, quando do descumprimento da obrigação de liquidação e pagamento contemplando cobrança de juros e atualização monetária.